De escravo à Presidente em 300 anos


Go Obama

Go Obama

Em tempos remotos, ainda na tenra idade, percebi que  havia diferença entre as pessoas. Uns eram brancos, outros asiáticos, outros negros… Como todo bom guri, indagava: ‘pai, porque?’. Bombardeava o coitado com rajadas de perguntas de difícil resposta, e ele por sua vez, pacientemente respondeu uma a uma. Em uma dessas conversas edificantes, aprendi que na Africa, existiam (ou existem) os Griot’s, que são considerados a memória do continente. Como não havia escrita, um homem da tribo era destinado a absorver a história da geração passada e transmitir a futura. Aprendi coisas que meu pai me contou, que o pai dele contou a ele, que o pai do pai dele contou…. Como muitos ‘irmãos’ trago traços (espiritual ou geneticamente) do massacre de nosso povo. Invariavelmente, até o presidente Barack Obama, carrega estigmas de servidão, plantado em nossos ancestrais. Ora, mas o mundo está mudando. Prova disso, foram as últimas eleições presidenciais americanas, onde assistimos que ‘sim, é possível’ lutar por um sonho. E o que isso resultará? Pois bem, eu lhes digo! Resgate, Dignidade, Possibilidade, Providência e Igualdade. É o começo de uma nova era, onde eu enxergo o povo negro sem bloqueios continentais,  uma nação vinda da mãe África.

Go Obama, Go Black People!

Tags: , , ,

2 Respostas to “De escravo à Presidente em 300 anos”

  1. Ana Says:

    Vc escreve divinamente heim
    Tá tão bom
    Beijos
    Luz

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: