Pensador pensando pensar no tempo

Pensador pensando pensar no tempo

Arqueiros do norte, flechas de pontas
De marcas profundas, da boca que canta
Melodia em silêncio, ecoado sonido
Do longe se ouve, provendo martírio

Do sul se levanta escudo de bronze
Austero viajante, sereno semblante
Pensador pensando pensar no tempo
Sem resolução, da aurora até firmamento

D’água então reflexo surgiu
Amargoso sabor nos olhos sentiu
E fitava em constância, ali parada
Intentava mas não compreendia nada

Cerrando os olhos, virando de costas
Marchando parado, voltando pra casa
Descartando saber o que anseia aprender
É de veludo o toque que destrói o ser

Do céu desejava compreensão
Sem vela habitava escuridão

Sem sentido o âmago se esvaia
No ultimo raio do sol que partia

Tags: , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: